Conheça o estacionamento subterrâneo de bicicletas na Holanda - Smart City Natal
Related content
6/10/2019

Conheça o estacionamento subterrâneo de bicicletas na Holanda

Para solucionar o problema das superlotações que haviam nas ruas, foi desenvolvido um estacionamento subterrâneo para bicicletas na Holanda. O país já é bastante conhecido pela locomoção feita por bicicletas.

O critério para o estacionamento é bastante simples: pode ser feito em qualquer rua, desde que não exista nenhuma sinalização que o impeça e que ele não interrompa a passagem de pedestres. Os primeiros estacionamentos foram construídos em locais de grande circulação de usuários, tais como grandes estações de trem.

De acordo com o Escritório Central de Estatísticas da Holanda, cada família no país possui em média 3 bicicletas (são 17 milhões de habitantes para 23 milhões de bicicletas). Com isso, acaba não tendo espaço suficiente para alocar tantos veículos. Para guardar a sua bike no estacionamento, o usuário precisa pagar uma taxa. O primeiro dia é gratuito, o segundo custa 0,50 euros (R$ 2) e a partir do terceiro dia cobram 2,50 euros (R$ 10).

Estacionamentos subterrâneos

Em Utrecht, a quarta cidade mais populosa da Holanda e localizada no centro do país, foi inaugurado um estacionamento com capacidade para comportar 12.500 bicicletas sob a praça da estação central de trem, obtendo o selo de maior do mundo em sua classe.

O estacionamento possui três andares, tem acesso pela rua e é possível percorrê-lo pedalando até encontrar uma vaga. Além disso, possui um túnel que conecta com o pátio e as plataformas da estação de trem. Aqui o primeiro dia também é gratuito e é possível pagá-lo com o cartão geral de transporte, válido em todos os serviços públicos: trem, ônibus e bonde. O estacionamento também dispõe de 700 bicicletas para aluguel e funciona 24 horas por dia.

Já em Haia, a terceira mais populosa do país, o estacionamento de bicicletas subterrâneo foi inaugurado em agosto deste ano e tem capacidade para acomodar 8.500 bicicletas. Em Amsterdã, capital do país, foi inaugurado no ano passado uma garagem com capacidade para 7.000 bicicletas. Os três projetos receberam dinheiro do governo central, das prefeituras e do Ministério do Transporte para incentivar a população a utilizar bicicletas.