Les Avanchets: a cidade suíça que se tornou um grande jardim - Smart City Natal
Related content
8/11/2019

Les Avanchets: a cidade suíça que se tornou um grande jardim

Existem mais de 800 milhões de agricultores amadores em áreas residenciais espalhadas pelo mundo. Somente na Suíça, aproximadamente 900 mil deles ocupam um espaço de 50 mil hectares – o equivalente a 3 mil fazendas de tamanho médio – onde cultivam todos os tipos de frutas e vegetais em ambientes urbanos.

Um exemplo dessa atividade em expansão é evidente em Les Avanchets, na Suíça, onde a maioria de seus habitantes cultiva seus próprios alimentos, mostrando ao mundo como uma cidade pode se tornar bonita quando tem uma horta em todos os jardins, varandas e terraços.

Os suíços, que sempre mantiveram uma grande aproximação com a natureza, praticam essa forma de produzir vegetais e frutas há muito tempo. É um legado do final da Segunda Guerra Mundial, quando as autoridades ofereceram terras a agricultores e trabalhadores desempregados. Eventualmente, esses jardins se tornaram parte de uma verdadeira cultura da agricultura urbana entre os cidadãos.

O renomado fotógrafo e ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand tirou fotos aéreas de Les Avanchets, uma vila onde os locais escolheram uma maneira única de cultivar alimentos orgânicos para consumir ou trocar com os vizinhos.

Os moradores acreditam que os jardins urbanos são uma resposta precisa às múltiplas necessidades dos cidadãos, das comunidades e do meio ambiente. Essas plantações permitem que eles invistam seu tempo livre em atividades úteis e estabeleçam contato com outras pessoas que moram no distrito.

Além disso, eles utilizam métodos agrícolas sustentáveis; as crianças são ensinadas a cultivar frutas e vegetais e, ao mesmo tempo, métodos antigos e tradicionais se reúnem em prol da sustentabilidade, coesão social e melhor qualidade de vida para todos. As hortas urbanas, por sua vez, geram atitudes duradouras de solidariedade e amizade, como trocas com vizinhos ou vendas de produtos excedentes para contribuir com instituições de caridade locais.